Cidade do interior de SP registra primeira morte por febre maculosa

Doença transmitida pelo carrapato-estrela totaliza 28 mortes

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 19/09/2018

Na terça-feira (18), a Secretaria Municipal da Saúde de Amparo, interior de São Paulo, confirmou a primeira morte causada por febre maculosa este ano na cidade. O caso aconteceu no bairro Santa Maria, com um homem de 35 anos.

PUBLICIDADE

A incidência da doença é mais comum em pessoas que vivem ou frequentam áreas rurais infestadas por carrapatos. Além disso, estar em contato com animais como capivaras, cavalos, vacas e cachorros com carrapatos também aumenta o risco de contrair a doença. Segundo familiares, a vítima teria contraído a doença após frequentar pesqueiros na região, considerados áreas de risco.

Este ano já foram registrados 23 mortes por febre maculosa na região de Campinas, onde fica o município de Amparo. Em Americana, 9 óbitos foram confirmados. Alguns casos de mortes suspeitas estão em investigação. Limeira registrou uma morte e 15 casos passam por investigação. Jundiaí teve 18 casos notificados e uma morte confirmada.

De acordo com números repassados pelos municípios ao Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado, em todo o Estado foram totalizadas 28 mortes por febre maculosa.

O que é febre maculosa?

A febre maculosa (FM) é uma doença infecciosa, febril aguda e de gravidade variável, que pode cursar com formas leves e atípicas até formas graves com elevado número de mortes. A febre maculosa é causada por uma bactéria do gênero Rickettsia, transmitida por carrapatos, principalmente os da família Ixodida (carrapato-estrela).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os sintomas da febre maculosa são inespecíficos e podem ser muito parecidos com outras doenças. Os primeiros sintomas são:

Leia mais sobre a febre maculosa clicando aqui!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.