Bolsonaro passa a tomar antibióticos e tem previsão de alta adiada

Presidente também apresentou elevação da temperatura na última noite; veja detalhes

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 04/02/2019

Após ter um episódio de náusea e vômitos no último sábado (2), o presidente Jair Bolsonaro apresentou elevação da temperatura (37,3ºC) na noite de ontem (3) e alteração de alguns exames laboratoriais, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde está internado há uma semana. No momento, ele está sob os cuidados da Unidade de Cuidados Semi-Intensivos do local.

PUBLICIDADE

De acordo com o documento, "foi iniciado antibioticoterapia de amplo espectro e realizados novos exames de imagem. Identificou-se uma coleção uma coleção líquida ao lado do intestino na região da antiga colostomia".

Bolsonaro foi submetido à punção guiada por ultrassonografia e permanece com dreno no local. Continua com sonda nasogástrica (colocada no nariz) e já apresenta movimentos intestinais - teve dois episódios de evacuação.

Em declaração, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que Bolsonaro não receberá alta na quarta-feira (6) como previsto - e deve permanecer internado até, pelo menos, a próxima segunda-feira (11).

Entenda o caso

O presidente Jair Bolsonaro passou por uma cirurgia em 28 de janeiro para a retirada da bolsa de colostomia que foi implantada em setembro passado, após ser esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. Saiba mais sobre a reversão da colostomia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A colostomia temporária feita em Bolsonaro tinha a finalidade de desviar a saída das fezes para uma bolsa coletora enquanto o intestino se recuperava do trauma causado pela lesão, evitando infecções.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.