Sobe para 17 o número de mortes por H1N1 no Amazonas, aponta boletim

Foram confirmados 69 casos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 45 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV)

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 07/03/2019

Nesta quarta-feira (06/03), a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulgou um boletim epidemiológico notificando 301 casos de síndrome gripal grave no estado. Destes, 69 são positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 45 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

PUBLICIDADE

De acordo com o boletim, 17 pessoas morreram por H1N1, sendo 13 em Manaus, duas em Manacapuru, uma em Parintins e uma Itacoatiara. Além disso, foram registrado outros quatro óbitos por Vírus Sincicial Respiratório, sendo três de Manaus e um de Borba.

Diante da situação, o governo do Amazonas decretou estado de emergência e solicitou ao Ministério da Saúde antecipação da campanha de vacinação. A Prefeitura de Manaus anunciou a ampliação da dispensação do medicamento para 23 unidades básicas de saúde, inclusive as que operam com horário ampliado.

"O medicamento é indicado para o tratamento de pacientes que apresentam sintomas de síndrome gripal e deve ser dispensado de acordo com a avaliação clínica, mediante receita médica, destinado aos pacientes que possuem condições e fatores de risco", avisa Marinélia Ferreira, lembrando que o antiviral não é medicamento para a prevenção da gripe, mas para o tratamento de pacientes com sintomas da doença.

O que é Gripe H1N1?

A gripe H1N1 consiste em uma doença causada por uma mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe suína, o H1N1 é um subtipo do Influenza A, que se tornou conhecido quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema da gripe H1N1 é que ela pode levar a complicações de saúde muito graves, podendo levar os pacientes até mesmo à morte.

Veja os grupos de risco, como tratar e prevenir a gripe H1N1!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.