Vigilância interdita lanchonete em colégio de Campinas após registrar 11 casos de toxoplasmose

A escola precisará fazer reformas para evitar a entrada de animais no local, ainda não há prazo para reabertura

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 26/04/2019

O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Prefeitura de Campinas interditou na manhã da última quarta-feira (24) a cantina do Colégio Notre Dame. A interdição aconteceu após a confirmação de um surto de toxoplasmose na escola, até o momento foram registrados 11 casos (oito alunos e três funcionários).

PUBLICIDADE

De acordo com a pasta, o colégio precisará fazer um bloqueio na lanchonete para evitar a entrada de animais, especialmente de gatos que são os principais hospedeiros do protozoário (toxoplasma gondii) transmissor da doença. O local segue interditado e não há prazo para reabertura.

Além disso, a escola suspeita que o surto pode ter sido causado pela água contaminada dos bebedouros ou no contato direto com os gatos. Por isso, a vigilância está analisando amostras das possíveis vias de transmissão, com ênfase à área de alimentos e água.

O Minha Vida entrou em contato com o colégio para ver quais ações estão sendo tomadas, mas até o momento da publicação dessa matéria não havia obtido respostas.

O que é Toxoplasmose?

Toxoplasmose, ou como é popularmente chamada "doença do gato", é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos. A toxoplasmose pode causar sintomas semelhantes aos da gripe em algumas pessoas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Contudo, homens e outros animais também podem hospedar o parasita. Para crianças nascidas de mães infectadas e de pessoas com sistema imunológico enfraquecido, a toxoplasmose pode causar complicações sérias.

O homem adquire a infecção por três vias:

  • Ingestão de oocistos provenientes do solo, areia, latas de lixo contaminados com fezes de gatos infectados
  • Ingestão de carne crua e mal cozida infectada com cistos, especialmente carne de porco e carneiro
  • Por intermédio de infecção transplacentária, ocorrendo em 40% dos fetos de mães que adquiriram a infecção durante a gravidez.

O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, ocorre de 10 a 23 dias, quando a fonte for a ingestão de carne; de 5 a 20 dias, após ingestão de oocistos de fezes de gatos.

Não se transmite diretamente de uma pessoa a outra, com exceção das infecções intrauterinas. Os oocistos expulsos por felídeos esporulam e se tornam infectantes depois de 1 a 5 dias, podendo conservar essa condição por 1 ano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como evitar a toxoplasmose?

As recomendações da Vigilância a serem adotadas pelos estudantes e funcionários são:

  • Consumir água engarrafada
  • Não consumir água proveniente de bebedouros na escola até que a investigação seja concluída
  • Evitar contato com areia ou terra onde há presença de gatos e lavar bem as mãos e as unhas caso haja contato
  • Lavar as mãos regularmente, sobretudo após a manipulação de alimentos e antes das refeições
  • Ingerir apenas carne bem passada e alimentos bem cozidos
  • Lavar bem frutas e legumes.

Saiba mais sobre os sintomas, como diagnosticar e tratar a doença clicando aqui!

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.