Bolsonaro passará por 4ª cirurgia após facada: entenda

Operação pretende corrigir uma hérnia incisional; veja o que é o procedimento e quando é necessário

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 02/09/2019

Jair Bolsonaro (PSL) passará por mais uma cirurgia na região do abdômen, agendada para o dia 8 de setembro. O objetivo é corrigir uma hérnia incisional surgida a partir de operações anteriores - sendo esta é a quarta desde o esfaqueamento que ele sofreu.

PUBLICIDADE

Agendada no Hospital Vila Nova Star (São Paulo), a cirurgia será de médio porte e pós-operatório deve durar cerca de uma semana.

Nas redes sociais, o presidente afirmou que ficará afastado do cargo durante 10 dias.

O que é hérnia incisional

A hérnia incisional, também chamada de hérnia abdominal, é um escape de um ou mais órgãos na parede do abdômen.

Geralmente é causada por má-formação, ruptura ou enfraquecimento da musculatura que protege órgãos internos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Procedimento cirúrgico atual

O procedimento em que Bolsonaro será submetido mais uma vez será a laparotomia. Diferente da cirurgia tradicional, a cirurgia laparoscópica repara hérnias pela inserção de câmeras em pequenos cortes.

A operação garante uma recuperação menos dolorosa e mais breve aos pacientes.

Cirurgias anteriores

Bolsonaro sofreu uma facada em 6 de setembro de 2018, durante campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG).

No próprio dia do esfaqueamento, a primeira cirurgia ocorreu. O presidente recebeu quatro bolsas de sangue e teve uma bolsa de colostomia implantada.

Jair Bolsonaro em recuperação após uma de suas cirurgias - Foto: Reprodução/Facebook
Jair Bolsonaro em recuperação após uma de suas cirurgias

A bolsa de colostomia permite com que os pacientes desviem a saída das fezes. Ou seja, devido a complicações, em vez das fezes saírem pelo ânus, saem pela barriga (geralmente, pela parte final do intestino grosso). Assim, na região abdominal é colocada esta bolsa coletora.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Após alguns dias, foi submetido a uma nova operação para correção de uma obstrução no intestino, na região do corte da primeira cirurgia.

Já em janeiro de 2019 ocorreu a terceira operação para remoção da bolsa de colostomia e ligamento do intestino.

Saúde do Bolsonaro

Veja o que é e por que Jair Bolsonaro precisou usar sonda nasogástrica

Descubra como funciona a remoção da bolsa de colostomia

Entenda a relação das cirurgias de Bolsonaro com quadro de pneumonia

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.