Artrose pode piorar com tratamento mais comum, revela estudo

Pesquisa descobriu que as aplicações de analgésicos e anti-inflamatórios podem acelerar a degeneração das articulações; veja opções de tratamento

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 17/10/2019

Quem sente dor, rigidez e até mesmo perda de função nas articulações, que são sintomas comuns da artrose (também conhecida como osteoartrite ou artrite degenerativa), costuma aderir a injeções de anti-inflamatórios e analgésicos para amenizar o desconforto.

PUBLICIDADE

Entretanto, uma nova pesquisa divulgada no Jornal da Sociedade Radiológica da América do Norte apontou que esse tipo de tratamento pode piorar ainda mais a doença, em vez de regredi-la, como é o esperado.

Injeções podem piorar a artrose

Os cientistas afirmam que as aplicações, que visam diminuir a inflamação e dor, na verdade podem acelerar a progressão da artrose.

Como resultado a longo prazo, as doses de anti-inflamatórios e analgésicos injetáveis podem afetar negativamente as articulações, fazendo com que os pacientes precisem ser submetidos a cirurgias.

Depois de 2 a 15 meses da injeção para artrose, pacientes tiveram pioras nas articulações - Foto: Shutterstock
Depois de 2 a 15 meses da injeção para artrose, pacientes tiveram pioras nas articulações

As injeções geralmente são compostas, geralmente, por corticoides e costumam ser usadas para aqueles que sofrem de dores intensas nos joelhos e quadris.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como funciona

O médico anestesia a área em torno da articulação afetada. Em seguida, aplica uma agulha dentro da articulação e injeta a medicação. A quantidade de injeções com corticoides é limitada e estabelecida pelo profissional.

Complicações possíveis

Dentre as possíveis consequências das injeções para artrose, segundo os estudiosos, estão:

Para chegar a estas conclusões, a equipe responsável pelo estudo investigou 459 voluntários com artrose.

Apesar de aliviarem as dores de forma imediata, as injeções trouxeram complicações aos pacientes entre 2 a 15 meses após a aplicação dos medicamentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A partir dessa descoberta, é importante que os pacientes que sofrem com artrose procurem um médico para saber o melhor tratamento em cada caso. Apenas um profissional pode avaliar a conduta ideal a ser tomada.

O que é a artrose

A artrose (ou osteoartrite) é uma doença crônica que causa lesões na cartilagem, dificultando os movimento das articulações. É mais frequente em idosos, devido ao envelhecimento.

A doença costuma causar dor, limitação e inchaço. Pode acometer qualquer junta do corpo, mas costuma ser mais comum nas articulações das mãos, coluna, joelhos e quadris.

Fatores de risco

O risco de artrose é mais alto em pessoas com/de:

  • Idade avançada
  • Sexo feminino
  • Deformidades ósseas
  • Histórico de lesões nos ligamentos e articulações
  • Obesidade
  • Diabetes
  • Gota
  • Doença de Paget
  • Trabalhos que envolvem esforço repetitivo
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tratamentos para artrose

Apesar de não existir cura para a doença, os tratamentos mais comuns para artrose são:

  • Injeções de corticoides
  • Analgésicos para reduzir a dor
  • Anti-inflamatórios para diminuir a inflamação nas articulações
  • Narcóticos para aliviar a dor em casos graves
  • Fisioterapia
  • Terapia ocupacional
  • Cirurgia para realinhamento dos ossos ou substituição da articulação

Atenção: Assim como as injeções, os medicamentos citados podem levar à dependência e causar efeitos colaterais, como náuseas, sonolência, constipação e até mesmo problemas articulares.

Consulte sempre um médico especializado e NUNCA se automedique.

Como lidar com a artrose

Descubra o melhor remédio para artrose no joelho

Entenda a diferença entre artrose e osteoporose

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Veja o que difere a artrose, artrite e tendinite

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.