Bruno Covas está com câncer no trato digestivo e fará quimio

Após ser internado por conta de uma infecção de pele, o prefeito de São Paulo foi diagnosticado com tromboembolismo pulmonar e um tumor entre o esôfago e o estômago

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 28/10/2019

Bruno Covas foi diagnosticado com um tumor no trato digestivo, conforme boletim médico divulgado no último domingo (27). O atual prefeito da cidade de São Paulo foi submetido a uma laparoscopia diagnóstica (cirurgia monitorada por vídeo) no mesmo dia para coleta de material para biópsia.

PUBLICIDADE

Em coletiva de imprensa realizada no próprio hospital, na tarde desta segunda-feira (28), a equipe médica que acompanha o político confirmou que ele está com um câncer no sistema digestivo. Além disso, também foi encontrada metástase no fígado do neto do ex-governador do Estado de São Paulo, Mário Covas - que morreu em 2001 em decorrência de um câncer na bexiga.


Segundo foi divulgado, Covas será submetido a uma quimioterapia para tratar do adenocarcioma, localizado em uma área de transição entre o esôfago e o estômago. Entretanto, ainda não se sabe se o prefeito deve se afastar do cargo para realizar o tratamento.

https://www.instagram.com/p/B4KK7WWhB8h/

Infecção de pele

No dia 19 de outubro, Covas passou mal e começou a ser tratado com antibióticos no Hospital Albert Einstein, na capital paulista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quatro dias depois, o prefeito se dirigiu ao Hospital Sírio Libanês, pois continuava se queixando de mal-estar. Lá, ele foi diagnosticado com erisipela e os médicos optaram por sua internação para um tratamento mais intensivo.

A erisipela é uma infecção de pele causada por bactéria, que atinge o organismo ao se infiltrar por pequenos ferimentos (como cortes, picadas de inseto, micose e frieira). Costuma acometer os membros inferiores, como pés e pernas, mas também pode aparecer no rosto.

Coágulo no pulmão

Além da erisipela, na última sexta-feira (25) Bruno Covas foi diagnosticado com um tromboembolismo pulmonar. Este tipo de trombose acontece quando um coágulo se desloca de alguma região do corpo e chega ao pulmão.

Covas está com erisipela, tromboembolismo pulmonar e tumor no trato digestivo - Foto: Reprodução/Facebook
Covas está com erisipela, tromboembolismo pulmonar e tumor no trato digestivo

Assim, há um bloqueio de uma ou mais artérias no órgão respiratório. Apesar da maioria dos casos ser resultado de um coágulo de sangue, a doença pode ser causada por gordura, bolhas de ar e até mesmo células cancerígenas.

A enfermidade, conhecida também por embolia pulmonar ou tromboembolia pulmonar (TEP), costuma ser caracterizada por:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Queimação
  • Dor (principalmente ao tossir, comer e se curvar)
  • Dificuldade para respirar
  • Tosse repentina
  • Escarro sangrento
  • Frequência cardíaca alta
  • Ansiedade
  • Coloração azulada da pele (cianose)
  • Tontura
  • Sudorese

Veja mais sobre as doenças que acometem Covas

Conheça causas e tratamentos da embolia pulmonar

Entenda se tumor maligno no trato digestivo tem cura

Confira os fatores de risco e complicações da erisipela

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.