Homem descobre sífilis nos olhos após sentir dor de cabeça

Australiano apresentou uma variação rara da infecção sexualmente transmissível, que atinge 1 a cada 100 pacientes com sífilis

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 30/12/2019

Um australiano de 39 anos foi diagnosticado com sífilis nos olhos após dar entrada em um hospital de Sydney com queixa de forte dor de cabeça. O caso tem chamado atenção no mundo por sua raridade: somente 1 em cada 100 pessoas com sífilis apresenta a infecção sexualmente transmissível nos nervos ópticos.

PUBLICIDADE

De acordo com a imprensa local, o homem estava com a bactéria em ambos os olhos, o que levanta o alerta para exames específicos caso qualquer paciente apresente inchaço nos nervos ópticos. Isso porque o diagnóstico precoce de sífilis nos olhos possui altas taxas de cura.

Se não tratada ou tratada tardiamente, a sífilis pode se espalhar pelo organismo, aumentando o risco de infecção por HIV e, em mulheres, provocando complicações na gravidez. Além disso, problemas neurológicos também podem aparecer, como AVC, meningite, surdez, cegueira e demência.

Como se pega sífilis

A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST ou DST, na nomenclatura antiga), sendo que seu principal meio de contágio é através do sexo desprotegido. A transmissão também pode acontecer de mãe para filho, durante a gravidez ou na amamentação.

No caso do paciente australiano, ele revelou ter feito sexo casual com diversos parceiros sem o uso de camisinha, o que justifica o aparecimento da doença.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Sintomas da sífilis

A maioria dos casos de sífilis são assintomáticos, ou seja, a pessoa contaminada pode não apresentar nenhum sintoma durante anos - mesmo estando com a doença. Por isso, visitar o(a) ginecologista e urologista é essencial para verificar a presença ou ausência da doença.

Quando surgem, os sinais da patologia podem variar conforme o tipo. Entretanto, os sintomas de sífilis mais comuns, de forma geral, são:

  • Feridas indolores (cancros) com vermelhidão
  • Dor muscular
  • Febre
  • Dor de garganta
  • Formigamento
  • Problemas de visão
  • Dor de cabeça (cefaleia)
  • Nódulos

Tratamento para sífilis

O homem australiano foi tratado com penicilina por duas semanas, tendo recuperação total e alta médica após esse período. O antibiótico é eficaz contra a bactéria causadora de sífilis, sendo o tratamento mais recomendado por médicos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Durante o tratamento, a atividade sexual também deve ser pausada e exames de HIV e de sangue são constantes para controle do quadro de saúde do paciente.

Como se prevenir

A melhor forma de se prevenir de sífilis é usando camisinha em todas as relações sexuais. Somente o uso do preservativo pode evitar a sífilis, assim como outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Evite doenças sexualmente transmissíveis

Veja como combater 15 infecções recorrentes no sexo

Entenda como fazer depilação íntima e evitar doenças sexuais

Fique de olho na IST que tem resistido a antibióticos

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.