Kátia e mais 1 pessoa perguntaram:

Quais tratamentos fonoaudiológicos devem ser realizados por quem tem a doença de Machado-Joseph?

  • Respondido em 05/06/2014
    Tainá Ferreira Fonoaudiologia - CRFa 2-17529/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    A doença de Machado-Joseph afeta os músculos envolvidos na respiração, mastigação, deglutição (capacidade de engolir) e fala. Por se tratar de uma doença progressiva, é recomendável que o tratamento fonoaudiológico seja realizado precocemente, ou seja, desde o momento que a doença for diagnosticada pelo médico neurologista.

    O tratamento varia conforme os sintomas do paciente, por isso a avaliação clínica deve ser realizada por um fonoaudiólogo especialista na área de neurologia para identificar as alterações e a fase da doença. No início do tratamento fonoaudiológico o objetivo é manter as funções da fala e da mastigação, com exercícios orais para melhorar a coordenação dos movimentos de lábios, língua, bochechas e palato e a execução das funções propriamente ditas. Com a progressão da doença, a fala pode ficar muito difícil de compreender e o fonoaudiólogo poderá indicar algum recurso suplementar e/ou alternativo para comunicação, como, por exemplo, uma prancha com o alfabeto ou um sintetizador de voz. A capacidade de alimentação também piora ao longo do tempo e o fonoaudiólogo vai modificar e adaptar a dieta do paciente garantindo-lhe uma alimentação com segurança para diminuir riscos à saúde, como desnutrição e pneumonia.

    Em alguns casos, o paciente pode apresentar alterações cognitivas ao longo da doença, como alteração de memória e de fluência verbal. Nesses casos, o tratamento também deve abordar esses aspectos cognitivos para garantir a manutenção da comunicação e o entendimento das demais atividades diárias.

    A orientação à família e seu envolvimento no tratamento são muito importantes para a evolução do paciente, sendo determinantes na manutenção de uma boa qualidade de vida por mais tempo.

    Por:
    Fga. Vanessa Tomé Gonçalves-Calado
    Mestre em Comunicação Humana
    Fonoaudióloga especialista em Neurogeriatria
    Responsável pelos atendimentos de Neurogeriatria na Clínica Fono Porã

    Referência: Paulson H. Spinocerebellar Ataxia Type 3. Editors In: Pagon RA, Adam MP, Ardinger HH, Bird TD, Dolan CR, Fong CT, Smith RJH, Stephens K, editors. SourceGeneReviews® [Internet]. Seattle (WA): University of Washington, Seattle; 1993-2014.

    PUBLICIDADE