Ejaculação precoce: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Ejaculação precoce?

A ejaculação precoce ocorre quando um homem tem um orgasmo mais cedo do que o esperado durante a relação sexual. Se isso acontecer uma ou outra vez, não há motivo para preocupação. Mas se esse for um problema recorrente, é importante procurar um médico.

PUBLICIDADE

Se for o seu caso, não se preocupe: ejaculação precoce é um problema relativamente comum. Estimativas mostram que um em cada três homens apresentam essa condição.

Tipos

O tema (como todos que envolvem a sexualidade) é bem amplo e por isso, existem diferentes classificações para a ejaculação precoce.

  • Primária: quando desde o início da vida sexual o homem convive com impossibilidade de prolongar o coito
  • Secundária: Quando surge na vida do indivíduo que controlava bem
  • Situacional: No caso de só ocorrer em determinada situação, por exemplo, com uma parceira específica
  • Ejaculação precoce subjetiva: onde existe um tempo de controle acima do limite de dois minutos, mas o paciente tem muita insatisfação com a duração do coito.

O emprego de outras técnicas como exercícios perineais desempenha sempre um papel complementar à terapia básica e pode ser muito útil na medida em que reforça a percepção do indivíduo quanto às estruturas desta região.

Causas

A causa exata da ejaculação precoce ainda é desconhecida, mas os médicos acreditam que fatores psicológicos e biológicos estejam envolvidos nos motivos que levam à ocorrência desse problema.

Alguns fatores psicológicos que parecem estar envolvidos na ejaculação precoce são:

  • Disfunção erétil
  • Ansiedade
  • Problemas de relacionamento
  • O uso de alguns medicamentos, como psicotrópicos, pode causar ejaculação precoce.

Já os fatores biológicos que podem ser relacionados ao problema são:

  • Níveis hormonais acima do normal
  • Níveis de neurotransmissores acima do normal
  • Atividade anormal do sistema ejaculatório
  • Distúrbios da tireoide
  • Inflamação ou infecção na próstata e na uretra
  • Fatores genéticos
  • Danos no sistema nervoso causados por experiências traumáticas ou cirurgias.

Fatores de risco

Alguns fatores podem facilitar a ocorrência de ejaculação precoce, veja:

  • Disfunção erétil: problemas em ter ou manter uma ereção, bem como o medo de perder uma ereção, podem levar o homem a ejacular antes do tempo
  • Estresse: instabilidade emocional ou mental limitam a habilidade de concentração e relaxamento, podendo levar à ocorrência desse problema. Problemas de saúde, como doenças cardíacas, podem aumentar a ansiedade durante a relação sexual e causar a ejaculação precoce.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Sintomas

Sintomas de Ejaculação precoce

O primeiro sintoma de ejaculação precoce é quando a ejaculação acontece antes do esperado. No entanto, esse problema pode acontecer em qualquer situação sexual, inclusive durante a masturbação.

Os médicos costumam classificar a ejaculação precoce em duas categorias: primária e secundária. A ejaculação precoce primária é caracterizada por problemas identificados durante toda a vida do paciente. Veja:

  • Dificuldade de segurar uma ereção com menos de um minuto de penetração
  • Inabilidade de retardar a ereção durante o ato sexual
  • Estresse, frustração e o ato de evitar intimidade sexual com o parceiro.

Já na ejaculação precoce secundária, o homem manifesta exatamente os mesmos sintomas da ejaculação primária, com a diferença de que os sintomas nem sempre fizeram parte de sua vida sexual. Homens que apresentam esse tipo de ejaculação precoce mantinham relações sexuais satisfatórias no passado e manifestaram o problema por algum motivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Se a ejaculação acontecer antes do esperado uma ou outra vez, não há motivo para preocupação. Mas se este for um problema recorrente, talvez seja a hora de procurar por ajuda médica. Não tenha vergonha de admitir o problema. O quanto antes der início ao tratamento, mais rápido você se livrará dele.

Talvez o seu caso nem seja de ejaculação precoce, já pensou nisso? Médicos afirmam que a média do tempo de ejaculação normal é de aproximadamente cinco minutos. A ejaculação precoce acontece geralmente no primeiro minuto de relação sexual e, também, antes mesmo dela ter início.

Durante a consulta, aproveite para sanar todas as suas dúvidas. Descreva todos os seus sintomas e converse com seu médico sobre possíveis opções de tratamento. É normal sentir-se constrangido em falar sobre problemas sexuais com outras pessoas, mas lembre-se que o médico já conversou com muitas outras pessoas com o mesmo problema que o seu. Não se esqueça também que ejaculação precoce é um problema comum e principalmente tratável.

Durante a consulta, o especialista também deverá lhe fazer algumas perguntas, que poderão ajudá-lo a fazer o diagnóstico. Veja alguns exemplos:

  • Há quanto tempo você apresenta ejaculação precoce?
  • Esse é um problema recorrente desde o início de sua vida sexual ou apareceu de repente?
  • Você apresenta ejaculação precoce quando se masturba?
  • Você tem problemas com disfunção erétil?
  • Que tipos de medicamentos você toma?

O médico também poderá fazer algumas perguntas sobre seus relacionamentos, a frequência com que você mantém relações sexuais, o quanto a ejaculação precoce incomoda a você ou à outra pessoa e também sobre suas relações sexuais anteriores.

Diagnóstico de Ejaculação precoce

A conversa com o médico basta para ele realizar o diagnóstico, juntamente com um exame físico completo e uma conversa um pouco mais aprofundada sobre histórico de saúde.

Se o paciente apresentar ejaculação precoce e, ao mesmo tempo, problemas em manter uma ereção, o médico poderá solicitar alguns exames de sangue para checar os níveis de testosterona na corrente sanguínea.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Ejaculação precoce

Entre os tratamentos disponíveis, existem a terapia sexual, o uso de alguns medicamentos e psicoterapia. Para alguns casos, a combinação desses tratamentos pode funcionar melhor.

Terapia sexual

Neste caso, algumas medidas simples bastam, como masturbar-se uma ou duas horas antes da relação sexual para retardar a ereção durante o ato. Evitar a penetração por um tempo e a descoberta de novas fontes de prazer sexual também pode ser uma saída para tirar a pressão da penetração.

Técnica do aperto

A técnica do aperto consiste em estimular sexualmente o homem até que ele reconheça que está quase ejaculando. Nesse momento, aperta-se suavemente a parte final do pênis (onde a glande se encontra com o eixo) por vários segundos. Pare a estimulação sexual por cerca de 30 segundos e comece novamente. A pessoa ou o casal pode repetir esse padrão até que o homem queira ejacular. Na última vez, continue a estimulação até que o homem atinja finalmente o orgasmo.

Método “parar e começar”

O método “parar e começar” é praticamente idêntico à técnica do aperto. Esse método consiste em estimular sexualmente o homem até que ele sinta que está quase atingindo o orgasmo. Pare a estimulação por cerca de 30 segundos e comece novamente. Repita esse padrão até que o homem queira ejacular. Na última vez, continue a estimulação até que o homem atinja o orgasmo.

Disfunção erétil: tratamentos - SAIBA MAIS
3 de 3

Medicamentos

Antidepressivos podem ser úteis porque um de seus efeitos colaterais é prolongar o tempo necessário para chegar à ejaculação. No entanto, esses medicamentos devem ser receitados por especialistas, como urologistas ou psiquiatras.

Você também pode aplicar uma pomada anestésica local no pênis para reduzir o estímulo. A diminuição da sensibilidade no pênis pode retardar a ejaculação. Usar preservativos também pode ter esse efeito em alguns homens.

Se as técnicas de distração causarem dificuldades para manter a ereção, os medicamentos usados para a disfunção erétil podem ajudar.

Procure ajuda médica

Conversar com um profissional sobre o problema também pode ajudar. Algumas sessões de terapia podem ajudar o paciente a reduzir a ansiedade e a encontrar métodos eficientes de evitar o estresse e contornar problemas. Se esses fatores forem solucionados, a atividade sexual do indivíduo pode melhor significativamente.

Exercícios para tratar a ejaculação precoce em casa

Existem alguns exercícios que podem ajudar o homem a controlar melhor sua ereção. Consistem basicamente em treinar a interrupção do estímulo sexual antes de ejacular.

  • Técnica "Comece e Pare": em que é feita retirada do pênis da vagina durante alguns minutos e depois reintroduzilo
  • Técnica do aperto: em que é feita uma pressão na glande, que além de interromper a excitação sexual chegaria a reduzir a rigidez peniana.

A ansiedade é a regra quando estamos lidando com ejaculadores rápidos, qualquer tipo de atividade que consiga gerar relaxamento é válida. Muitos profissionais recomendam, junto com a terapia básica, ioga, acupuntura, pilates, aulas de música, pintura e outras atividades que afastem o indivíduo da rotina e do estresse cotidianos. Todavia a ressalva é a mesma mencionada anteriormente: não como terapia única!

Por isso, a base do tratamento da ejaculação precoce está no apoio psicológico, medicação que age no cérebro onde ficam os núcleos de controle da ejaculação e medidas para reduzir a origem dos estímulos excitatórios no pênis

Medicamentos para Ejaculação precoce

Os medicamentos mais usados para o tratamento de ejaculação precoce são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Remédios caseiros para ejaculação precoce

A ereção ocorre, basicamente, devido o direcionamento do sangue para o pênis, o que preenche seus corpos cavernosos e dá suporte para o órgão ficar ereto. Por isso, acredita-se que alimentos que estimulem a circulação possam ajudar em casos de ejaculação precoce. No entanto, como o problema é multifatorial, não são garantidos.

  • Alho: O alho tem diversas propriedades interessantes para a saúde, inclusive a sexual. "Ele tem ação antiinflamatória, antibacteriana, anticoagulante e se atribui a ele também propriedades afrodisíacas. Sua ação anticoagulante melhora a circulação sanguínea o que pode se refletir na ereção", considera a nutróloga Andreia Guarnieri
  • Bebida de açafrão, gengibre e leite: O leite serve mais como base para essa mistura, mas as duas especiarias têm funções que justificam serem apontadas como remédios caseiros para ejaculação precoce. O açafrão tem grande prestígio como estimulante sexual nos países do Oriente, pois tem efeito vasodilatador, além de supostamente promover aumento da sensibilidade da região genital. Já o gengibre também favorece a circulação do corpo, ajudando também a melhorar a qualidade das ereções
  • Banhos de assento com alecrim: O relaxamento é fundamental para quem sofre de ejaculação precoce, por isso a nutróloga Andreia acredita que os banhos de assento com alecrim podem ser um bom tratamento caseiro. O alecrim é conhecido como revigorante e banhos de assento com alecrim fresco ajudam a 'sedar' os órgãos genitais e promovem relaxamento físico e mental.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

Apesar de a ejaculação precoce não causar problemas mais sérios à saúde, podem levar a complicações na vida pessoal do paciente, como dificuldades em relacionamentos, geralmente relacionadas ao estresse causado pelo problema. Além disso, ejaculação precoce pode causar problemas também de fertilidade.

Ejaculação precoce tem cura?

Tente essas técnicas durante as relações sexuais. Seguir à risca as orientações médicas e praticar os métodos aprendidos são a melhor saída para problemas de ejaculação precoce.

A ejaculação precoce crônica pode ser um sinal de ansiedade ou depressão. Um psiquiatra ou psicólogo pode ajudar a tratar esses problemas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

Prevenção

Uma comunicação aberta entre os parceiros pode ajudar a reduzir os riscos de ejaculação precoce, embora não exista uma forma exata de se prevenir o problema.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Fontes e referências

  • Sociedade Brasileira de Urologia
  • Manual Merck