Doação de sangue: entenda os requisitos, quem pode doar e suas vantagens

Saiba o que impede uma pessoa de doar e quais os cuidados após a coleta

REVISADO POR
Dra. Sandra Camargo Montebello
Hematologia e Hemoterapia - CRM 41809/SP
especialista minha vida

Doar sangue é um processo fácil, rápido, seguro e solidário. A doação de sangue ocorre quando uma pessoa voluntariamente vai a um centro especializado e disponibiliza seu sangue para ser usado em transfusões ou outras situações clínicas.

PUBLICIDADE

No Brasil são coletadas 3,7 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8%. Na Europa e Estados Unidos, esse percentual é de 5% a 7%. Contudo, o Ministério da Saúde tem investido em diversas ações para aumentar as taxas de doação.

No dia 14 de junho é celebrado o "Dia Mundial do Doador de Sangue" e juntamente com a data diversos hospitais e órgãos de saúde lançam a campanha Junho Vermelho, para incentivar a doação.


Tipo sanguíneo

De acordo com a Santa Casa de São Paulo, essa é a prevalência dos tipos de sangue na população:

Grupo sanguíneoGrupo sanguíneoGrupo sanguíneo
O- 36%9%
A34%8%
B8%2%
AB2,5%0,5%

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A classificação de doadores e receptores de sangue é:

Tipo sanguíneoDoa para Recebe de
O+Todos os tipos de fator Rh+O+ e O-
O- Todos os tiposO-
A+ A+ e AB+O+, O-, A+, A-
A-A+, A-, AB+, AB-A- e O-
B+B+ e AB+O+, O-, B+, B-
B- B+, B-, AB+ e AB-O- e B-
AB+ AB+Todos Rh+ e Rh-
AB- AB+ e AB-Todos os tipos Rh-

Importância da doação de sangue

A falta do estoque de sangue em um hospital pode levar ao cancelamento de cirurgias e de procedimentos. Um exemplo é o paciente que faz quimioterapia, já que, caso não receba o suporte de transfusão, poderá não resistir ao tratamento. "Além disso, pode ser um enorme prejuízo ao paciente o adiamento de cirurgias cardíacas, de transplantes de rim, de fígado, de medula óssea, entre outros procedimentos que necessitam de sangue e de plaquetas", diz a biomédica Cinthya Duran.

Uma pessoa adulta possui em média cinco litros de sangue e em uma doação são coletados no máximo 450 ml. Ou seja, é menos de 10% de todo seu sangue. Quem deseja doar sangue vai passar por uma avaliação prévia em ambulatório que tem o objetivo de detectar alguns impedimentos, como doenças, para a doação. Essa entrevista é particular e os dados são mantidos sob total sigilo.

Doação de sangue: conheça o passo a passo

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A doação de sangue é 100% voluntária e não causa prejuízos ao seu organismo. Uma única doação é possível salvar até quatro vidas, uma vez que o material é separado em diferentes hemocomponentes: concentrado de hemácias (glóbulos vermelhos), concentrado de plaquetas, plasma e crioprecipitado que podem ser utilizados em diversas situações clínicas.

Doação de plaquetas

O sangue é composto de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plasma e plaquetas. As plaquetas ajudam no controle de sangramentos e parte delas pode ser doada sem causar prejuízo algum à saúde do doador. O processo que permite a separação e a coleta específica de plaquetas chama-se aférese.

O procedimento de coleta de plaquetas por aférese consiste na retirada do sangue total do doador, separação dos componentes por meio de centrifugação, retenção de parte das plaquetas e retorno dos demais componentes do sangue para o doador. Todo o processo dura cerca de 90 minutos.

A doação de plaquetas pode ser realizada a cada 72 horas, não ultrapassando 24 doações em 12 meses. A reposição das plaquetas pelo organismo é rápida e ocorre em torno de 48 horas. Caso você tenha doado sangue recentemente e queria doar plaquetas é preciso esperar o tempo da doação.

Os mesmos requisitos exigidos para doação de sangue também são aplicados para a doação de plaquetas por aférese. Entretanto, é necessário que o doador seja avaliado previamente quanto às condições de acesso venoso necessárias para a realização do procedimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Requisitos para doação de sangue

Existem normas nacionais e internacionais para a triagem de pessoas aptas a doar sangue, sendo que órgãos como o Ministério da Saúde e a Associação Americana de Bancos de Sangue são responsáveis por esse controle. O alto rigor no cumprimento dessas normas garante a saúde das pessoas que receberão o sangue, uma vez que ele não pode estar contaminado com outras doenças.

Os requisitos para doação de sangue são:

  • Estar em boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)
  • Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2 horas para doar
  • Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Pessoas com menos de 18 anos precisam estar acompanhadas dos responsáveis ou com formulário de autorização.

Quem não pode doar sangue?

No hemocentro, os principais impeditivos para doar sangue são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Ter idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos
  • Ter peso inferior a 50 kg
  • Estar com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação
  • Estar com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação
  • Estar com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação
  • Estar com febre no dia da doação
  • Levar uma criança menor de 13 anos para o hemocentro e sem a presença de outro adulto que possa acompanhá-la após a doação.

Outros impeditivos temporários são:

  • Resfriado: aguardear 7 dias após desaparecimento dos sintomas
  • Gravidez: espere 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação
  • Tatuagem/maquiagem definitiva nos últimos 12 meses
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses
  • Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses
  • Extração dentária (verificar uso de medicação) ou tratamento de canal (verificar medicação): por 7 dias
  • Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas
  • Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas, se realizada com laser ou sementes: apto, se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses
  • Vacina contra gripe: por 48 horas
  • Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões
  • Herpes Zoster: apto após 6 meses da cura.

Impeditivos após viagens devido a circulação de doenças:

  • Brasil: estados como Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são locais onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses para doar, após o retorno
  • EUA: quem esteve nesse país deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno
  • Europa: quem morou na Europa após 1980, verificar aptidão para doação através do telefone 0800550300
  • Malária: quem esteve em países com alta prevalência de malária deve aguardar 12 meses após o retorno para doar. (Critério semelhante ao dos estados brasileiros com prevalência elevada de malária)
  • Febre Amarela: quem esteve em região onde há surto da doença deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno
  • se tomou a vacina, deve aguardar 04 semanas
  • se contraiu a doença, deve aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os impeditivos definitivos para doação de sangue, são:

  • Ter hepatite após os 11 anos de idade
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis
  • Malária.

Etapas da doação de sangue

O doador passa pelas seguintes etapas para doar sangue:

1. Cadastro: Cadastro do candidato à doação com a apresentação de documento oficial com foto

2. Pré-triagem: Verificação dos sinais vitais (pressão arterial, temperatura e batimentos cardíacos), peso e teste de anemia.
3. Triagem clínica: Entrevista individual e sigilosa onde serão avaliados os antecedentes e o estado atual de saúde do candidato à doação para determinar se a coleta poderá trazer riscos para ele ou para o receptor.
4. Coleta de sangue:Coleta de aproximadamente 450ml de sangue e amostras para a realização dos testes laboratoriais.
5. Alimentação: Após a doação de sangue o doador receberá um lanche. É recomendável que o doador permaneça no mínimo 15 minutos no hemocentro e beba bastante líquido durante o dia.

Cuidados pós-doação

Algumas orientações devem ser seguidas pelo doador, veja:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Ingerir quantidades extras de líquidos nas primeiras 24 horas após a doação. Isto ajudará na reposição do volume de sangue perdido
  • Não ingerir bebidas alcoólicas por 24 horas
  • Não fumar por 2 horas
  • Evitar exercícios físicos extenuantes por 12 horas, incluindo subir rampas e escadas. Isso porque existe o risco de o doador apresentar fraqueza, tontura ou até desmaiar. Caso utilize o braço puncionado nesse esforço, poderá ter sangramento ou hematoma no local da punção
  • Manter o curativo no local da agulha por 4 horas no mínimo. Caso volte a sangrar, pressionar o local por 2-5 minutos e então trocar a curativo, que deverá permanecer por mais 4 horas.

Se o doador sentir mal-estar, deve notificar o hemocentro o mais breve possível. Se tiver feito sua doação na Pró-Sangue, o telefone para contato é 0800 55 0300 ou 4573-7500 nos ramais 7599 e 7594.

Caso o doador acredite que seu sangue não deve ser utilizado para transfusão por algum motivo e isso não foi dito durante a doação, também deve entrar em contato com o centro de coleta para que o sangue seja descartado.

Notificar qualquer situação que possa comprometer a amostra garante a segurança da transfusão e a saúde dos pacientes que recebem o sangue.

Quanto tempo esperar até a próxima doação?

  • Homens podem fazer doação de sangue a cada 60 dias, com máximo de 4 doações a cada 12 meses
  • Mulheres devem esperar 90 dias entre uma doação de sangue e outra, com máximo de 3 doações no período de 12 meses.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Hemocentros do Brasil

A Fundação Pró-Sangue disponibiliza uma lista com todos os hemocentros do Brasil. Para saber qual é o centro de coleta mais próximo de você, confira o site da organização.

Quando uma unidade de doação vai até você?

No Brasil, a Fundação Pró-Sangue disponibiliza a Coleta Externa - ou seja, centros itinerários de doação de sangue em empresas, universidades, escolas e comunidades. Pessoas interessadas nesse serviço devem entrar em contato com a Divisão de Medicina Transfusional da Pró-Sangue.

A organização recomenda que as instituições reúnam grupos a partir de 60 pessoas, bem como disponham de instalação adequada, com uma área de no mínimo 100 metros quadrados bem ventilada e iluminada, com bebedouro e banheiros próximos. Para tanto, o local destinado à doação é vistoriado e aprovado com antecedência por profissionais técnicos. Na data acordada, a equipe desloca-se até o local, efetuando a coleta de bolsas de sangue.

Na impossibilidade de deslocar uma van e fazer a instalação da unidade de coleta em um local específico, é possível fazer o agendamento de horários para atendimento a grupos acima de 20 pessoas nos postos de coleta. Para mais informações, ligue no Alô Pró-Sangue 0800-55-0300 ou mande um e-mail para agendamentogrupos@prosangue.sp.gov.br

Referências

Sandra Camargo Montebello, hematologista - CRM 41809/SP

Cinthya Duran, biomédica.
Fundação Pró-Sangue. Disponível em: http://www.prosangue.sp.gov.br/artigos/requisitos_basicos_para_doacao.html
Secretaria da Saúde. Disponível em: http://www.saude.rs.gov.br/doacao-de-sangue
Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e Organização Mundial da Saúde (OMS). Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5444:dia-mundial-do-doador-de-sangue-2017&Itemid=838
Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Disponível em: http://www.santacasasp.org.br/portal/site/doe-sangue/doacao

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.