Sintomas de virose: quais são, o que significam, como tratar

Veja os principais sintomas das viroses, que variam conforme seu tipo

O que é virose

Virose é uma infecção provocada por algum tipo de vírus, como sugere o próprio nome, e que afeta o sistema imunológico do paciente afetado.

PUBLICIDADE

Assim, em teoria, doenças como gripe, dengue e até mesmo a infecção por HIV poderiam ser consideradas viroses. Porém, na prática, os médicos costumam se referir a viroses quando lidam com infecções do trato respiratório ou gastrointestinal .

Ainda, a referência à micose é dada por infecções que duram um tempo determinado, em geral com sinais e sintomas brandos e provável evolução para a cura, sem complicações. Normalmente essa denominação é usada até que se consiga descobrir o agente causador da doença.

Com essa classificação tão abrangente, existem diversos tipos de sintomas que caracterizam viroses, que normalmente variam conforme o tipo de vírus e as regiões do corpo que eles costumam afetar. Podemos dividir as viroses em dois grupos: as viroses gastrointestinais e as respiratórias.


Sintomas de virose gastrointestinal

  • Diarreia
  • Vômito
  • Febre
  • Dor abdominal
  • Inchaço dos gânglios

As viroses gastrointestinais são muitos comuns no verão e costumam atacar o sistema digestivo e tem como principal sintoma a diarreia, que pode durar de três a sete dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de virose respiratória

  • Febre baixa
  • Congestão nasal
  • Corrimento nasal claro como água
  • Garganta irritada e com dor
  • Espirros
  • Dores no corpo
  • Dor de cabeça
  • Inchaço dos gânglios.

As viroses respiratórias normalmente são causadas pelos vírus da gripe (influenza) e também os vírus que causam resfriados comuns. Elas normalmente causam sintomas clássicos do sistema respiratório.

Sintomas de viroses específicas

Doenças como a dengue, febre chikungunya, Zika vírus, malária e febre amarela também são viroses e costumam ter sintomas específicos que ajudam a diferenciá-las de outras doenças causadas por vírus, como:

  • Manchas na pele, em caso de dengue e Zika vírus
  • Dores fortes nas articulações, como na febre chikungunya e febre Mayaro
  • Calafrios e ligeira rigidez na nuca, comuns na malária
  • Pele amarelada (icterícia) e hemorragias, característicos da febre amarela
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quanto tempo pode durar uma virose?

As viroses costumam ser autolimitadas, ou seja, têm sintomas que duram um período curto de tempo e se curam espontaneamente, entre 5 e 10 dias.

Muitas vezes os sintomas de viroses podem ser simples e não levam a pessoa ao médico. O ideal é buscar ajuda se os sintomas estão atrapalhando seu dia a dia, se intensificam e não melhoram mesmo com medicações.

Como saber se é uma virose?

O diagnóstico de uma virose é feito com base no exame clínico dos sintomas e histórico do paciente e pedidos de exames conforme as suspeitas do médico.

Algumas viroses podem ter seu agente causador identificado pela sorologia específica, mas nem todas elas possuem esse tipo de exame.

Normalmente, quando o paciente é diagnosticado com uma virose, o hemograma mostra um aumento nos linfócitos (glóbulos brancos que atuam na defesa do organismo).

Como curar uma virose mais rápido?

O tratamento das viroses normalmente consiste em tratar e minimizar seus sintomas, já que existem poucos medicamentos para os vírus em si. O tratamento dos sintomas envolve remédios para redução da febre e melhora da dor, além de orientações gerais de saúde.

No entanto, cuidados em casa podem ajudar no prognóstico e aliviar os sintomas mais rapidamente. São eles:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Hidratação constante
  • Repouso
  • Alimentação saudável e leve
  • Uso dos medicamentos indicados pelo médico
  • Evitar locais com muitas pessoas para evitar a transmissão, como escola, trabalho, transporte público, etc.
  • Evitar compartilhar talheres e copos com outras pessoas

Em casos de pessoas com diarreia, é importante a reidratação com soro caseiro. Saiba mais aqui sobre os tratamentos para viroses.

Referências:

Raquel Guimarães, infectologista e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)

Jean Gorinchteyn (CRM-SP: 77.532), infectologista da Rede de Hospitais São Camilo

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.