Novo tratamento para refluxo com radiofrequência: rápido e sem cortes

Conheça a terapia antirrefluxo por radiofrequência, um procedimento ambulatorial de apenas 40 minutos

REVISADO POR
Dr. Jimi Izaques Bifi Scarparo
Endoscopia - CRM 91960/SP
especialista minha vida

O que é a terapia antirrefluxo por radiofrequência?

A terapia antirrefluxo por radiofrequência, também conhecida como Stretta, é um procedimento endoscópico minimamente invasivo, que reduz significativamente os sintomas de doença do refluxo, permitindo que a maioria dos pacientes elimine ou diminua o uso dos medicamentos, tais como omeprazol. É um procedimento ambulatorial, realizado em menos de 40 minutos, permitindo que os pacientes retornem às atividades normais no dia seguinte. O tratamento não exige incisões, pontos ou implantes.

PUBLICIDADE

Esse tratamento já existe há bastante tempo em outros países, onde mais de 20 mil pacientes já foram submetidos a ele. No Brasil, essa terapia chegou em 2017 como uma nova arma no arsenal terapêutico contra a doença do refluxo crônico.

Benefícios da terapia antirrefluxo

  • Estudos mostram que essa terapia melhora consideravelmente os sintomas de refluxo e aumenta bastante a qualidade de vida do paciente com refluxo crônico
  • Reduz ou elimina medicamentos antiácidos e reduz a exposição ácida no esôfago com uma redução significativa na quantidade de episódios de refluxo
  • É um tratamento não cirúrgico administrado através da boca, por endoscopia
  • Mais de 40 estudos clínicos concluem que esse tratamento tem boa segurança
  • Os resultados são duradouros, comprovadamente eficazes de 4-10 anos
  • Trata também a causa da doença do refluxo e não apenas os sintomas dele
  • Melhoria importante da qualidade de vida reportada pelos pacientes
  • Uma melhora nos sintomas da doença do refluxo como odinofagia, asma, rouquidão, sintomas respiratórios e laringite
  • Menor taxa de complicações em relação a qualquer tratamento médico para doença do refluxo (medicamentoso ou cirúrgico)

Indicações da terapia antirrefluxo por radiofrequência

O tratamento é destinado aqueles pacientes que sofrem de refluxo gastroesofágico crônico (DRGE) e que não consegue controle adequado com medicamentos ou o tratamento com medicamentos deveria ser de longo prazo e isso não é uma opção viável. Se a pessoa estiver entre os 30% dos pacientes com DRGE crônica, cujos sintomas não estão bem controlados por medicamentos, ou se preocupa com os potenciais efeitos colaterais do tratamento de drogas a longo prazo, e a cirurgia parece muito agressiva, talvez essa terapia seja uma ótima opção.

Estudos sobre a terapia antirrefluxo por radiofrequência mostraram:

  • Até 93% de satisfação do paciente
  • 86% dos pacientes deixam de usar medicamentos por pelo menos 4 anos
  • 64% dos pacientes deixam de usar medicamentos anti-DRGE por 10 anos
  • Estudos mostram eficácia em pacientes que já foram operados por refluxo
  • É indicada para refluxo crônico após procedimentos bariátricos
  • É indicada após cirurgia antirrefluxo que recidivou ou não controlou adequadamente a doença
  • Melhoria importante da qualidade de vida reportada pelos pacientes
  • Grande diminuição da exposição ácida no esôfago com uma redução significativa na quantidade de episódios de refluxo
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Contraindicações

  • Pacientes menores de 18 anos
  • Grávidas
  • Pacientes que não tem diagnóstico de doença do refluxo confirmado por exames apropriados
  • Pacientes que tem megaesôfago
  • Pacientes com hérnias de hiato grandes

Como a terapia antirrefluxo por radiofrequência é realizada?

É um procedimento ambulatorial realizado em menos de 40 minutos e não exige incisões, pontos ou implantes. O sistema fornece energia de radiofrequência (RF) ao músculo entre o estômago e o esôfago, que remodela e melhora o tecido muscular, resultando em melhoria na função de barreira que diminui os eventos de refluxo. A energia de RadioFrequência(RF) é uma forma de onda de energia que é usada em muitas especialidades médicas:

  • Cardiologistas usam RF para parar os ritmos cardíacos perigosos
  • Urologistas usam RF para tratar o alargamento da próstata
  • Especialistas em orelha, nariz e garganta usam RF para eliminar ronco e apnéia do sono
  • RF é também usada em procedimentos cosméticos para contorno corporal, rejuvenescimento da pele e diminuição de medidas

Veja como funciona a terapia antirrefluxo por radiofrequência

Terapia antirrefluxo por radiofrequência

Qual médico realiza esse procedimento?

Como é um procedimento endoscópico, é natural que o procedimento seja realizado por um médico especialista em endoscopia digestiva e que foi devidamente treinado para realizar este tipo de procedimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tempo de duração do procedimento

Em média 40 minutos, sob anestesia geral, em clinicas ou hospitais com suporte para este tipo de anestesia. O paciente deve permanecer totalmente imobilizado durante o procedimento e por isso a necessidade de anestesia geral.

O que fazer antes do procedimento

São necessários exames para confirmar o diagnóstico de refluxo crônico, como endoscopia digestiva, PHmetria esofágica de 24 horas e manometria do esfíncter esofágico inferior. Como o procedimento, embora não seja cirúrgico, é feito por anestesia geral, então são necessários alguns exames pré-operatórios exigidos pelo anestesista para segurança do paciente, tais como hemograma, coagulograma, eletrocardiograma e RX do tórax. Para realizar o procedimento, é preciso estar em jejum de pelo menos 8 horas.

O que fazer depois do procedimento

  • É proibitivo a realização de endoscopias por 30 dias assim como passagem de qualquer sonda pelo esôfago
  • Não se deve usar anti-inflamatórios por pelo menos 15 dias
  • Triturar todos os medicamentos e ingerir apenas medicamentos líquidos por pelo menos 30 dias
  • Dieta liquida por 5 dias e cremosa-pastosa por mais 20 dias após procedimento
  • Continuar uso dos antiácidos (prazóis) por pelo menos mais 60 dias
  • Usar analgésicos líquidos se sentir dor
  • Avisar o médico se tiver febre, vômitos com sangue ou dificuldade de respirar nos primeiros dias

Complicações e riscos

Esta terapia é a opção de tratamento minimamente invasiva mais amplamente estudada para doença do refluxo (DRGE) - e provou ser segura e eficaz em mais de 37 estudos clínicos e 18 mil procedimentos. Complicações graves são muito raras, tais como: hemorragia no local do tratamento no esôfago, embolia pulmonar, perfuração do esôfago, septicemia e morte. Mais frequentes são os sintomas transitórios como dor, dificuldade de deglutição, febre temporária, lacerações da mucosa do esôfago, dor de estômago, dor atrás do peito.

O que esperar após a terapia antirrefluxo por radiofrequência

  • Normalmente os benefícios são sentidos de 2 a 4 meses após o procedimento
  • Tratamento ambulatorial sem necessidade de internação
  • Pouco tempo afastado do trabalho e vida social
  • Não é cirúrgico
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.