GH: benefícios do hormônio e como aumentar a produção naturalmente

Alguns fatores podem estimular a produção do hormônio do crescimento, como a prática de exercícios e o sono profundo

O GH é um hormônio de crescimento e está presente em todas as pessoas. Também conhecido como somatropina, HGH ou GH (do inglês Human Growth Hormone), o hormônio do crescimento é uma proteína altamente anabólica (fundamental para o ganho de massa muscular) sintetizada pela hipófise. É essencial para uma série de processos metabólicos e o crescimento de diversos tecidos - entre eles, o muscular.

PUBLICIDADE

Quando atingimos a fase adulta, os níveis de GH começam a diminuir consideravelmente, porém, existem maneiras naturais e saudáveis de aumentar a secreção deste importante hormônio.

Entretanto, diante da produção de GH, também percebeu-se que o mesmo possuía efeitos os quais pudessem ser benéficos a esportistas e/ou mesmo pessoas que buscavam melhorias estéticas. Isso porque o GH também tem alguns efeitos extras, como o estímulo à lipólise, o estímulo ao aumento da massa muscular e da força, entre outros. Sendo assim, obviamente sua criação exógena fez com que rapidamente ele entrasse no mundo dos esportes e é justamente isso que resultou nos inúmeros questionamentos que existem hoje sobre seu uso.


GH produzido pelo corpo

O GH hormônio do crescimento é produzido pela hipófise, que é uma glândula que está localizada na base do crânio e praticamente todas as pessoas possuem essa glândula. Ela é a responsável não só pelo crescimento, pela estatura das pessoas, mas também pelo desenvolvimento das células.

Em crianças, estimula o crescimento, tanto ósseo quanto de diversos tecidos. Já em indivíduos adultos, embora a quantidade secretada seja menor, o GH estimula o sistema imune, participa do metabolismo da glicose, promove a queima de gordura e o aumento da massa muscular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Benefícios do GH

Dentre os principais benefícios do GH, destacam-se:

  • Crescimento
  • Manutenção da densidade óssea
  • Aumento da queima de gordura
  • Manutenção da massa muscular

Produção natural de GH

Existem alguns fatores naturais que estimulam a produção do GH:

  • Redução nos níveis de insulina: Os carboidratos simples, como o açúcar, podem trazer malefícios para sua secreção de GH. Um dos pontos principais é o fato de o excesso de insulina, causada por altos picos de açúcares no sangue, bloquear a secreção e a ação do GH.
  • Sono profundo: Este é o principal ponto para o aumento da secreção de GH. Estima-se que seja durante o sono que nós atinjamos os picos de secreção máxima. Por isso que o tratamento médico à base de GH conta com aplicações poucos minutos antes do sono. Isso acontece justamente porque nesta fase, temos uma maior absorção e secreção deste hormônio. Neste sentido, se você quer aumentar sua secreção de GH, durma corretamente e respeite seus horários.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Exercício físico (especialmente de alta intensidade): Assim como no caso da testosterona, outro hormônio anabólico de grande poder, o GH também tem sua secreção aumentada durante o treino de alta intensidade. Não apenas durante o treino, como também depois do mesmo.

GH sintético injetável

O tratamento com reposição do GH pode acontecer de maneira injetável, mas só em casos de deficiência na produção deste hormônio.

Ele também pode ser recomendado em caso de doenças em que a reposição de GH é relacionado com melhorias no crescimento. Nesse aspecto, englobam-se as síndromes de Turner (que é a baixa estatura de meninas com problemas de desenvolvimento na puberdade), insuficiência renal crônica em crianças ou adolescentes ou ainda algumas doenças genéticas.

Idealmente, o uso terapêutico de GH deve ser indicado por médico endocrinologista ou endocrinologista pediátrico, que são capacitados para isto. Entretanto, qualquer médico pode prescrevê-lo e ele deve ser vendido sob prescrição e supervisão médica.

Como é feito o tratamento com GH?

O tratamento com GH é feito através de injeções diárias, aplicadas ao deitar, por via subcutânea (isto é, na gordura) nas coxas, braços, nádegas ou abdome. Não existem preparações em formas de comprimidos, sprays, supositórios ou adesivos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Vale ressaltar que o uso de GH injetável feito de forma irresponsável pode trazer muitos efeitos colaterais.

Efeitos colaterais do GH injetável

Se não utilizado corretamente de acordo com a prescrição médica, o excesso de GH pode causar efeitos secundários. Os mais relatados são:

  • Dor e vermelhidão no local da aplicação, no caso das ampolas injetáveis (tenha cuidado com o material e origem dele ? seringa)
  • Retenção de líquido, podendo levar a inchaços e sensação de ganho de peso
  • Dores nas articulações e musculares
  • Formigamento nas extremidades, principalmente se você tiver tendência a ter síndromes, como a do túnel do carpo
  • O uso constante do GH pode causar hipertensão intracraniana, trazendo dores de cabeça, vômitos, alterações visuais, agitação, entre outros fatores.

Recomendações para o uso de GH

O tratamento de reposição (substituição) com GH pode ser indicado para todo indivíduo, independente da faixa etária, que apresente deficiência da produção de GH pela hipófise.

A deficiência de GH pode ter início na infância (nanismo hipofisário) ou na vida adulta, consequente, por exemplo, a um tumor da hipófise.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Na infância, o GH também pode ser benéfico em casos de baixa estatura em meninas com Síndrome de Turner, em crianças nascidas pequenas para a idade gestacional, nos portadores da Síndrome de Prader-Willi, em crianças com insuficiência renal crônica, entre outros.

O GH é uma medicação e como tal é uma opção apenas em situações onde comprovadamente ocorrerá um benefício com o tratamento. Da mesma forma, alternativas de tratamento dependem da causa do crescimento inadequado: anemia, hipotireoidismo, entre outros. Quando não existe doença, levar uma vida saudável, alimentação adequada, atividade física, horas de sono suficiente, tudo favorece um crescimento saudável.

Vale ressaltar que o GH injetável não foi feito para o uso de fins estéticos.

Contraindicações

O GH não deve ser utilizado em:

  • Portadores de neoplasias (tumores) malignos em atividade
  • Pacientes com crescimento não controlado de tumores intracranianos benignos
  • Portadores de diabetes descompensado e naqueles com retinopatia diabética
  • Pacientes criticamente enfermos por complicações após cirurgia cardíaca, cirurgia abdominal, trauma acidental múltiplo ou insuficiência respiratória aguda.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.